News
Loading...
Blog Parceiro

Palestras contra a violência sexual à mulher



No dia 1° de Julho as mulheres da Building Conectores e B-Lux Tomadas e Interruptores, foram convidadas a participar da VII Coletiva de Mulheres Metalúrgicas de São Paulo e Mogi das Cruzes.

O evento ocorreu no prédio do Sindicato dos Metalúrgicos em São Paulo e contou com a participação de convidados e figuras importantes como o Presidente e a Diretora do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, Sr. Miguel Torres e Euzilene Nogueira (Leninha), respectivamente, como também o metalúrgico, sindicalista e político brasileiro Paulo Pereira da Silva, mais conhecido como Paulinho da Força e a Delegada e Presidente do Conselho Estadual da Condição Feminina, Rosmary Correa, também chamada por Delegada Rose.

Após a recepção com um farto café-da-manhã, todas as mulheres ganharam camisetas e kits para fazerem suas anotações diante das atividades e palestras que ocorreriam na sequência.

O assunto escolhido para ser abordado foi a violência sexual e cultura do estupro na sociedade, tema importante a ser discutido em um momento onde tantos escândalos surgem na mídia e levantam questionamentos como: é correto mulher que usa mini-saia ser estuprada?

Essa pergunta foi respondida durante o evento e levantou vários questionamentos entre as participantes que puderam fazer perguntas diretamente para a Delegada convidada que acompanha muitos casos de violência sexual contra as mulheres e pôde citar alguns deles que deixaram muita gente chocada.

Foi apresentado um vídeo para a conscientização do ato do estupro e também estatísticas sobre a violência sexual e estupro contra as mulheres. Muitos casos ainda são omitidos pelas vítimas, pois elas têm medo de denunciar, por serem julgadas pela sociedade, humilhadas, constrangidas e muitas vezes ameaçadas.

No final do discurso da Delegada foi citado uma frase para refletirmos e ela exprime a solução para este problema:

"Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo". (Paulo Freire)

Uma dinâmica com bexigas foi feita para disseminarmos esta informação para os grupos próximos a nós, com a intenção de nos unirmos para combater a ignorância e o preconceito, mudando uma cultura voltada para o estupro.

Na sequência foi servido o almoço acompanhado por 2 jovens músicos que tocavam e cantavam para dissipar toda energia pesada que este tema carrega, terminando com sorteios para as metalúrgicas presentes.

Dados mostram que é muito comum acontecer a violência sexual dentro das nossas casas, por pessoas conhecidas como namorados, maridos, padrastos, tios e vizinhos. Caso você tenha sido vítima ou sabe de alguém que sofreu uma violência sexual não deixe de denunciar. Ligue para 180!

Abaixo seguem algumas fotos deste encontro:


Prédio onde fica a Sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo

Bancada onde os convidados vão tratar sobre o assunto

Metalúrgicas chegando de diversas fábricas importantes  instaladas em São 
Paulo e Mogi das Cruzes 

Convidados e Leninha (ao centro) Diretora do Sindicato dos Metalúrgicos 
de São Paulo e Mogi das Cruzes e responsável pelo Departamento da Mulher

Miguel Torres

Miguel Torres, Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e
 Mogi das Cruzes, da CNTM e Vice-presidente da Força Sindical

Delegada Rose

Paulinho da Força

About Giselle Forestiero

Obrigado por visitar o Blog da B-Lux Tomadas e Interruptores.